A superintendente de Desenvolvimento Institucional do Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer (GRAACC), Tammy Allersdorfer, concedeu entrevista ao Jornal do Protesto para contar sobre os gastos anuais e mensais do GRAACC com pacientes, valores de doações e necessidades financeiras.

Com recursos reduzidos e constante necessidade de ampliar as doações para manter o hospital em pleno funcionamento, oferecendo todos os recursos necessários para o tratamento do câncer infantil, “é de extrema importância a colaboração do empresariado e da sociedade para cobrirmos esse valor”, destaca. “O Protesto do Bem, além de trazer recursos para o hospital, ajuda a divulgar a nossa causa, fortalecer a nossa marca e a mostrar o quão importante é o trabalho realizado no Hospital do GRAACC para as crianças brasileiras”, finaliza Tammy.

De acordo com a superintendente os gastos mensais com a instituição são de aproximadamente R$ 10 milhões e em um ano este valor ultrapassa a barreira dos R$ 120 milhões. “O GRAACC mantém uma área de Desenvolvimento Institucional, que tem como principal função arrecadar recursos para manter o serviço realizado pela instituição e realizar ações para divulgação, prestação de contas e fortalecimento da marca”, explica. “Algumas formas de captação de doação são: doadores, que podem ser pessoas ou empresas e Leis de Incentivo Fiscal. O Protesto do Bem, além de patrocínios de eventos, entre outras ações”, explica a superintendente.

Tammy falou ainda que o tíquete médio de doação dos mantenedores GRAACC é de R$ 35. Já nas outras formas de arrecadação o valor é muito variável. Além disso, “o GRAACC já trabalha hoje no limite da capacidade do hospital. O foco da captação de recursos é para manutenção do hospital e expansão de sua estrutura física”.

Leia mais em https://inrpublicacoes.com.br/site/boletim/noticia/18153/o-protesto-do-bem-alm-de-trazer-recursos–para-o-hospital-ajuda-a-divulgar-a-nossa-causa–jornal-do-protesto.