Uma pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) mostrou que 59,4 milhões de brasileiros estão inadimplentes. Os principais fatores apontados são o desemprego e a queda na renda. Só em janeiro deste ano, o número de pessoas com CPF negativo na praça chegava a 58,3 milhões.

“O desemprego e a perda de renda continuam sendo os principais fatores que levam à inadimplência. Mesmo com inflação abaixo de 3% e queda nos juros, o brasileiro ainda não sentiu no bolso os efeitos desse processo. O desemprego continua elevado e a renda segue deprimida, o que ainda afeta a vida financeira das pessoas”, explicou, em entrevista ao jornal O Globo, Marcela Kawauti, economista-chefe do SPC Brasil.

Leia mais em http://www.grandefm.com.br/noticias/brasil/inadimplencia-atinge-594-milhoes-de-brasileiros-aponta-pesquisa