A primeira palestra que entrou para o rol de debates no Convergência 2017 – Encontro Nacional de Tabeliães de Protesto – realizado no Hotel Princesa Louçã, na cidade de Belém/PA – foi ministrada por Marcelo Boaventura e Ariadna Mota, representantes da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban).

Boaventura iniciou a explanação com gráficos que mostraram uma linha evolutiva das plataformas de cobranças eletrônicas, com códigos de barra e boletos. Entretanto, o representante da Febraban esclareceu que as fraudes nestes sistemas também aumentaram gradativamente ao longo do tempo. De acordo com o palestrante, entre os anos de 2015 e 2016 cerca de R$ 300 milhões foram perdidos em fraudes de boletos.

Para combater fraudes e também auxiliar na segurança dos clientes, que por muitas vezes são vítimas de assaltos na saída de praças bancárias, foi desenvolvida uma nova plataforma digital pela Febraban, que agora encontra-se em fase de implantação. Uma das primeiras e mais importantes ações da nova plataforma é reunir em uma nuvem digital (espaço virtual de armazenamento) todas as informações e transações bancárias para que possam ser utilizadas de modo integrado, inclusive para os cartórios que receberão digitalmente os boletos que deverão ser protestados. Ariadna Motta, representante da Febraban e também do Banco Itaú, destacou que as inconsistências de dados e as fraudes constantes acontecem pela falta de um registro integrado, que deverá ser solucionado com o lançamento da nova plataforma digital da Febraban.

Leia mais em: https://inrpublicacoes.com.br/site/boletim/noticia/18344/convergncia-2017-em-destaque-banco-apresentam-nova-plataforma-de-cobrana-para-o-protesto-digital–jornal-do-protesto.