Foi realizado nesta sexta-feira (29/09), o III Seminário Nacional de Combate a Corrupção e a Lavagem de Dinheiro. Com o tema “O notário na prevenção à lavagem de dinheiro”, o evento teve como principal objetivo debater as diretrizes para que o notariado possa fornecer aos órgãos públicos os dados de operações suspeitas de corrupção.

O papel da Central Notarial de Serviços Eletrônicos Compartilhados (Censec) e a regulamentação de medidas preventivas, que está sendo discutida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), foram os principais temas mais abordados no evento.

A diretora do Colégio Notarial do Brasil, Laura Visotto, destacou a importância do evento. “Foi muito gratificante porque os palestrantes reconheceram que a Censec tem sido um instrumento fundamental nas ações de combate à lavagem de dinheiro, principalmente no âmbito da força tarefa da Lava Jato. O notariado reiterou o seu compromisso de auxiliar as autoridades brasileiras na regulamentação da lei para maior eficiência na prevenção e enfrentamento da criminalidade”, disse.

Leia mais em: http://www.notariado.org.br/index.php?pG=X19leGliZV9ub3RpY2lhcw==&in=MTAwODE=