Desde 2012 o carnê do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) não é cobrado e/ou não tem grande adesão por parte dos moradores de Dores de Rio Preto. Após alerta do Tribunal de Justiça estadual (TJ)na presença de desembargadores, juízes da Vara de Execução Fiscal e Promotoria do Tribunal de Contas (TCEES), no início deste ano, o prefeito Cleudenir Carvalho – O Ninho (PDT), que está em seu primeiro ano à frente da administração, reorganizou o sistema e cobra, junto à população, a quitação de atrasados do imposto.

Leia mais em Aqui Notícias