Instituto de Estudos de Protesto do Rio Grande do Sul e Sicredi assinaram convênio pelo qual a cooperativa passará a utilizar a Central de Remessa de Arquivos, ferramenta digital do Protesto On-line. Na prática, isso quer dizer que o projeto-piloto do Sicredi irá centralizar o envio de protestos e documentos através do sistema gerenciado pelo instituto, o qual, por sua vez, enviará o título ao cartório correspondente, em um primeiro momento, apenas nas cidades de Porto Alegre e Região Metropolitana. Mas a projeção do coordenador de operações de meios de pagamento do Sicredi, Rafael Menezes, é de que, passado este primeiro momento de padronização dos processos, a cooperativa possa efetuar a cobrança, via Protesto On-line, em todo o Estado.

Fonte: Jornal do Comércio