Ataque na última sexta-feira (28) expôs informações de 50 milhões de usuários

O Facebook pode ser multado em US$ 1,63 bilhão pelo vazamento de informações de 50 milhões de usuários, na última sexta-feira (28), após uma invasão de hackers. Segundo o Wall Street Journal, a Comissão de Proteção de Dados da Irlanda, a principal autoridade reguladora do Facebook na Europa, exigiu mais informações sobre a natureza do ataque.

A autoridade se baseia no Regulamento Geral de Proteção de Dados da União Europeia. A legislação prevê que as empresas que não fazem o suficiente para proteger os dados de seus usuários podem ser multadas em US$ 23 milhões, ou 4% da sua receita anual global. A multa máxima ao Facebook está vinculada a última penalidade.

A lei também exige que as empresas notifiquem os órgãos reguladores sobre violações dentro de 72 horas, sob ameaça de uma multa máxima de 2% da receita mundial. O órgão afirma que a rede social notificou as autoridades no prazo, porém, com poucas informações detalhadas.

Segundo a publicação, as autoridades se mostraram preocupadas “com o fato de que essa violação foi descoberta na sexta-feira e afeta milhões de contas de usuários, mas o Facebook não consegue esclarecer a natureza da violação e o risco para os usuários neste momento”.

Uma porta-voz do Facebook disse no domingo (30) que a empresa responderá às perguntas da comissão e manterá os reguladores informados sobre novos avanços nas investigações.

Fonte: IstoÉ Dinheiro